“Senhor Imaginário” no ciclo LUA CHEIA, Arte na Aldeia | 25 nov | Coêdo, Vila Real

Senhor Imaginário

O ciclo de programação “Lua Cheia, Arte na Aldeia” desenvolvido pelos Peripécia Teatro, volta na lua cheia de novembro à aldeia de Coêdo com o espetáculo “Senhor Imaginário”.

“Lua Cheia, Arte na Aldeia”, é uma iniciativa que pretende dinamizar em 2015 e 2016 o ambiente rural que envolve o espaço de produção e criação dos Peripécia Teatro localizado na aldeia de Coêdo.

A 25 de novembro a companhia O Bando apresentará o seu espetáculo “Senhor Imaginário” pelas 20:00h na sede da Peripécia Teatro na Aldeia de Coêdo.
O público é convidado a levar os seus petiscos e bebidas para no final do espetáculo participarem num jantar convívio e numa conversa com os atores.
Interposto entre a sua arte e a nação, um Oleiro está à escuta das vozes caladas, dessas diminutas vozes que surgem entre classes desfavorecidas e classes trabalhadoras. Jeremias, que também é coveiro nas horas mais escuras, sorri sempre, enquanto interpela uma nação inteira, uma aldeia no cabo do mundo. Nascido dos contos de Vergílio Ferreira, este SENHOR IMAGINÁRIO viaja com a loja às costas, transportando a dúvida sobre o local onde deverá construir-se a fonte da aldeia e carregando a certeza sobre a grande razão que está por detrás da sede de todas as nações.

Texto baseado em contos de Vergílio Ferreira Encenação Sara de Castro e João Brites Cenografia João Brites Oralidade Teresa Lima Figurinos Clara Bento
Desenho de Luz João Cáceres Alves e David Palma Interpretação Guilherme Noronha

O Conceito desta iniciativa é desenvolver a Arte em diálogo com espaços rurais. Um conceito que se desenvolve a partir do epicentro artístico do espaço de Criação dos Peripécia Teatro, estendendo-se, dentro das viabilidades técnicas e financeiras, a espaços de Adoufe e Vilarinho da Samardã, aproveitando os seus potenciais físicos, técnicos e criativos.
Nas noites de Lua Cheia, uma referência de calendário associada ao universo rural e à relação próxima com a natureza, haverá excelentes motivos para a reunião das pessoas. Pessoas da aldeia e da cidade. O pretexto é assistirem a espetáculos que obedecem a um conceito de programação eclético, familiar e inter-geracional.

Mais informações:
peripecia@peripeciateatro.com
960 293 046