16 Outubro, 2015
by Background
Comentários fechados em “Bonecos de Santo Aleixo” no ciclo LUA CHEIA, Arte na Aldeia | 27 out. | Coêdo, Vila Real

“Bonecos de Santo Aleixo” no ciclo LUA CHEIA, Arte na Aldeia | 27 out. | Coêdo, Vila Real

O ciclo de programação “Lua Cheia, Arte na Aldeia” desenvolvido pelos Peripécia Teatro, volta na lua cheia de outubro à aldeia de Coêdo com o Espetáculo “Bonecos de Santo Aleixo”.

“Lua Cheia, Arte na Aldeia”, é uma iniciativa que pretende dinamizar em 2015 e 2016 o ambiente rural que envolve o espaço de produção e criação dos Peripécia Teatro localizado na aldeia de Coêdo.

A 27 de outubro a companhia CENDREV apresentará o seu espetáculo “Bonecos de Santo Aleixo” pelas 20:00h na sede da Peripécia Teatro na Aldeia de Coêdo.

O público é convidado a levar os seus petiscos e bebida para no final do espetáculo participarem num jantar convívio e numa conversa com os atores.

600p-2

“Bonecos de Santo Aleixo” Estes títeres tradicionais do Alentejo, são títeres de varão, manipulados por cima, à semelhança das grandes marionetas do Sul de Itália e do Norte da Europa, mas diminutos – de vinte a quarenta centímetros.

Os Bonecos de Santo Aleixo, propriedade do Centro Dramático de Évora, são manipulados por “uma família”, constituída por actores profissionais, que garantem a permanência do espectáculo, assegurando assim a continuidade desta expressão artística alentejana.

Conhecidos e apreciados em todo o Portugal, os Bonecos de Santo Aleixo também já participaram em muitos festivais internacionais.

Autoria TRADIÇÃO POPULAR; Interpretação ANA MEIRA, GIL SALGUEIRO NAVE, ISABEL BILOU, JOSÉ RUSSO e VICTOR ZAMBUJO; Acompanhamento Musical (guitarra portuguesa) GIL SALGUEIRO NAVE

Lua Cheia, Arte na Aldeia 600p

O Conceito desta iniciativa é desenvolver a Arte em diálogo com espaços rurais. Um conceito que se desenvolve a partir do epicentro artístico do espaço de Criação dos Peripécia Teatro, estendendo-se, dentro das viabilidades técnicas e financeiras, a espaços de Adoufe e Vilarinho da Samardã, aproveitando os seus potenciais físicos, técnicos e criativos.

Nas noites de Lua Cheia, uma referência de calendário associada ao universo rural e à relação próxima com a natureza, haverá excelentes motivos para a reunião das pessoas. Pessoas da aldeia e da cidade. O pretexto é assistirem a espetáculos que obedecem a um conceito de programação eclético, familiar e inter-geracional.

Contacto: peripecia@peripeciateatro.com

25 Setembro, 2015
by Background
Comentários fechados em “Fábrica das Gravatas” no ciclo LUA CHEIA, Arte na Aldeia | 27 set. | Benagouro, Vila Real

“Fábrica das Gravatas” no ciclo LUA CHEIA, Arte na Aldeia | 27 set. | Benagouro, Vila Real

 

O ciclo de programação “Lua Cheia, Arte na Aldeia” desenvolvido pelos Peripécia Teatro, volta na lua cheia de setembro à aldeia de Benagouro com o Espetáculo “Fábrica das gravatas”.

“Lua Cheia, Arte na Aldeia”, é uma iniciativa que pretende dinamizar em 2015 e 2016 o ambiente rural que envolve o espaço de produção e criação dos Peripécia Teatro localizado na aldeia de Coêdo.

A 27 de setembro a companhia Nuvem Voadora apresentará o seu espetáculo “Fábrica das Gravatas” pelas 21:30h na Associação Cultural e Recreativa Camilo Castelo Branco na Aldeia de Benagouro.

O público é convidado a levar o seu próprio banco ou cadeira, a sua mantinha para assistir ao espetáculo e o seu copo. Depois do espetáculo o público é convidado a uma conversa com o ator e convívio com petiscos e bebidas.

Fábrica das Gravatas 600p

“Fábrica das Gravatas” é um solo de palhaço que aborda de uma forma absurda, filosófica e poética a condição do homem em relação às máquinas, à tecnologia e ao trabalho. O dia-a-dia de um palhaço que trabalha numa fábrica de gravatas que é constantemente interrompido pelos pequenos prazeres da vida. A batalha entre o tempo, as máquinas e os palhaços começou!

Este espetáculo inspira-se no cinema de Jacques Tati (Playtime), Buster Keaton (the electric house), Charlie Chaplin (Modern Times) e nos pensamentos do filósofo português Agostinho da Silva sobre a obrigatoriedade de trabalhar.

Este espetáculo está num processo de criação e experimentação. Neste processo tem sido desenvolvido o cruzamento entre a arte do palhaço e a multimédia (vídeo e a música).

Criação e interpretação Pedro Correia ; Música Zuki; Rachmaninoff – Prelude in G Minor, Op.23, No.5; mignon un-tin lu; Six Drummers – Electric Love – Resort ;Som Martinho Cardoso; Luz Paulo Brites | HalO Luz

Cenografia Hugo Ribeiro e Pedro Correia; Ilustração Francisco Cunha; Design Mário Rui Martins;Fotografia Margarida Ribeiro ; Captação vídeo espectáculo João Rei Lima; Edição vídeo e vídeo espectáculo Miguel Rodrigues; Produção executiva Joana Rabumba; Produção Nuvem Voadora

Lua Cheia, Arte na Aldeia 600p

O Conceito desta iniciativa é desenvolver a Arte em diálogo com espaços rurais. Um conceito que se desenvolve a partir do epicentro artístico do espaço de Criação dos Peripécia Teatro, estendendo-se, dentro das viabilidades técnicas e financeiras, a espaços de Adoufe e Vilarinho da Samardã, aproveitando os seus potenciais físicos, técnicos e criativos.

Nas noites de Lua Cheia, uma referência de calendário associada ao universo rural e à relação próxima com a natureza, haverá excelentes motivos para a reunião das pessoas. Pessoas da aldeia e da cidade. O pretexto é assistirem a espetáculos que obedecem a um conceito de programação eclético, familiar e inter-geracional.

Contacto: peripecia@peripeciateatro.com

14 Abril, 2015
by Background
Comentários fechados em “al mada nada” | TNSJ, Porto | até 19 abril

“al mada nada” | TNSJ, Porto | até 19 abril

 

unnamed

al mada nada,

de Ricardo Pais

textos de Almada Negreiros

com Pedro Almendra, Rui Silva e Momentum Crew

co-produção Teatro Municipal Joaquim Benite, TNSJ

Este espectáculo será apresentado no Teatro Nacional São João, de 11 a 19 de Abril

quarta-feira, às 19h00

quinta-feira a sábado, às 21h00

domingo, às 16h00

Para reservas e informações sobre o espectáculo, por favor a contacte a bilheteira:

Tel.: 22.340 19 00

Linha verde: 800 10 8675 (grátis a partir de qualquer rede)

E-mail: bilheteira@tnsj.pt

www.tnsj.pt

26 Março, 2015
by Background
Comentários fechados em “VAI VEM” – Um espectáculo de Teatro Físico | Teatro A Barraca, Lisboa | 2-12 abr

“VAI VEM” – Um espectáculo de Teatro Físico | Teatro A Barraca, Lisboa | 2-12 abr

cartaz_VAI VEM

PROJECTO TEATRAL LUSO/COLOMBIANO

O GATO SA estreia no dia 2 de Abril no Teatro d ‘A BARRACA a sua mais recente produção, “VAI VEM”,  um espectáculo de teatro físico com quatro actores portugueses – Helena Rosa, Marina Leonardo, Raul Oliveira e Tomás Porto dirigidos pelo encenador colombiano Juan Carlos Agudelo Plata director da CASA DEL SILENCIO  de Bogotá. O espectáculo conta ainda com a participação de técnicos e criadores oriundos desta dinâmica de criação e promoção teatrais nascida em Santo André há mais de três décadas.

Um projecto realizado no âmbito de uma residência de formação e criação a partir do universo técnico de Étienne Decroux e de Marcel Marceau, com quem o encenador trabalhou cerca de dez anos . O trabalho decorreu em Vila Nova de Santo André entre Setembro de 2014 e Março de 2015 e ficará em cena em Lisboa entre 2 e 12 de Abril (5ª a sábado às 21h30 | domingo às 16h30 ).

Sinopse

“Quatro personagens, as suas histórias, um naufrágio e o alto mar.

Encontrar o amor, escapar ao passado, fugir ao dever e encontrar um lugar onde voltar a semear, motivam a decisão de partir

destes seres que, sem bilhetes de volta, soçobram num oceano imenso.

Uma viagem incerta, inacabada e infinita, aparece suspensa num cenário através de mínimos relatos que nos lembram o Homem,

tão familiar e enigmático, tão próprio como estranho, tão migrante como estático.

Vai Vem é uma viagem visual onde o corpo e o silêncio são os protagonistas.

Inspirada na migração como território visual e no teatro físico como ferramenta narrativa, a obra apresenta as personagens

como sombras sem tempo que deambulam cruzando as suas histórias e, como um caleidoscópio, nos falam dos desapegos,

da ilusão, dos vazios humanos, dos medos, da solidão, do amor, da vida e dos impulsos que nos levam a partir.”

 

Para mais informações consultar:

www.vaivemgatosa.blogspot.pt

www.gatosa.com

Vídeo promocional

 

Bilheteira

Reservas: Tel: 213965360 | 213965275 | 913341683 | 968792495
e-mail: bilheteira@abarraca.com

– normal 10€

– 7€ – Estudantes, Profissionais de Teatro, menores de 25 e maiores de 65 anos, Reformados e Grupos (+ 15 pessoas)